João Andrade

Psicólogo Clínico | Coach

psi.joao.andrade@gmail.com

O que é?

Psicologia Clínica
É uma vertente da psicologia dedicada à investigação, avaliação, diagnóstico e tratamento de todas as situações que podem afetar a nossa saúde mental. Assim como procura a promoção da saúde mental, a prevenção da psicopatologia e a redução das situações de risco.
Coaching
É um processo, orientado, que promove o autoconhecimento e, por sua vez, o desenvolvimento pessoal ou profissional do individuo, através da adoção de comportamentos e ações potenciadoras do sucesso.

Biografia Breve

Licenciatura em Psicologia Aplicada, vertente Clínica, pelo ISPA (Instituto Superior de Psicologia Aplicada).

Toquei as mais diversas áreas de intervenção psicológica, mas no presente momento trabalho como psicólogo numa IPSS. Fico espantado com a capacidade do ser humano se transmutar perante a diversidade de estímulos em seu redor – com o “empurrão” certo somos capazes de coisas maravilhosas.

Ansiedade

Em tempo de COVID: é normal sentir ansiedade?

Sim, é normal sentirmos ansiedade nos tempos que correm. É uma reação natural às nossas expectativas em relação ao que está para acontecer, logo, na sua conta, peso e medida, a ansiedade serve para nos proteger.

Oh pá, mas como? Não deixo de pensar em … Só me preocupo com … entre outras tantas expressões que usamos para descrever o que nos vai na mente quando sentimos o coração a bater mais forte devido aquela sensação de medo ou impotência perante algo, o aperto no peito da(s) preocupação(ões) que insiste em não nos largar, etc.

A ansiedade permite-nos estar mais atentos e prontos para adotarmos comportamentos adaptativos à situação presente que, em relação aos tempos que vivemos, passa essencialmente por todas as medidas impostas pelas entidades competentes para nos protegermos a nós e aos outros.

Ok! Cumpro com todas as regras e normas impostas, mas mesmo assim continuo sentir ansiedade, e agora?

A ansiedade não é algo que só apareceu agora nas nossas vidas. Talvez agora esteja um pouco mais exacerbada devido a tudo o que se está a passar, mas sempre cá esteve: aquele nervoso miudinho antes daquele exame do liceu; não conseguir dormir direito na noite anterior aquela entrevista de emprego; a concentração foi-se pois tens a cabeça a mil; são algumas situações com a ansiedade em ação, existem imensas.

Temos de ter isto em conta: a nossa ansiedade não se limita apenas à forma como estamos a lidar com esta “nova normalidade”, mas com tudo aquilo que era a nossa vida e o que é agora.

Nesse sentido, temos de olhar para nós e perceber o que nos deixa ansioso(a): aquela preocupação, aquele medo, aquela situação, …, e a partir daqui temos de tomar algumas medidas:

  • Focarmo-nos no dia de hoje, no momento presente, e gerir o que podemos controlar, adotando atitudes e pensamentos positivos perante a situação presente;
  • Acreditar nas nossas capacidades para lidar com situações difíceis, como já vimos não é a primeira vez que nos sentimos assim: como lidei com esta sensação antes? Que estratégias usei? Use-as novamente para esta situação. 
  • Todos os dias, organize um momento (ou mais) de relaxamento e reflexão, onde se vai focar em todos os aspetos positivos do seu dia e projetar-se para o futuro de uma forma positiva.

Se tudo estiver dentro dos “parâmetros” normais de ansiedade, a possibilidade de encontrar uma maior estabilidade diária é muito grande mas, por vezes, a nossa ansiedade está a condicionar a nossa vida, então é o momento de pedir ajuda: como é que eu sei que a minha ansiedade me está a prejudicar? Pensamentos negativos persistentes e excessivos, sensações de ansiedade prolongados no tempo, rotina diária afetada, etc., a partir do momento que a sua ansiedade se torna algo que impede viver um dia-a-dia “normal” é altura de contactar um profissional de saúde capacitado para lidar com estas situações, como um(a) psicólogo(a).

psi.joao.andrade@gmail.com